terça-feira, 9 de agosto de 2011

Sentimentos 1

Eu sempre digo que demoro 2 dias para me acostumar com um lugar.
Desde que nos casamos, mudamos de casa 4 vezes. Ou seja, essa aqui no México é a quinta.
Já me acostumei com a casa, com o lugar, embora eu não tenha me aventurado por muito lugares aqui sozinha com as crianças. A parte de "ficar perdida no trânsito" eu vou deixar para quando as crianças começarem as aulas.
Um vez me perdi com a Taís (com 7 meses na época) a noite, em SP num 1o. de maio - ou seja - ruas desertas. Ainda bem que em SP as coordenadas que eu pedi para pessoas na rua eu conseguia entender perfeitamente. Aqui, ainda não dá pra arriscar.
Preciso pegar a lista de materiais para comprar, mas ir as compras com os dois, muitas vezes me irrita... eles querem pegar tudo o que tem nas prateleiras - Renato principalmente - "Mamãe, olha só o que eu achei." Gracinha, isso se traduz (todas as mães sabem) como: "Compra pra mim!". A Taís é mais discreta: "Olha, mamãe, a gente não tem um desse em casa."
Hoje a minha ajudante me pediu para comprar uma bandejita para lavar os trapos no tanque... quem disse que eu achei isso. Eu pensei que fosse uma bacia, mas quando cheguei em casa ela me disse que não era aquilo. Acho que, pelo que eu entendi, ela quer uma caneca para jogar água de um lado do tanque para o outro. O tanque aqui é diferente, e chama "Fregadero"... Olhem só.


Só um lado tem torneira. Do lado esquerdo ficam as ondinhas pra esfregar a roupa. 

Um comentário:

  1. Estou lendo seu blog aos poucos, mas tú não contou como e pq foi parar aí (pelo menos até onde lí)

    ResponderExcluir